A Editora do CCTA da UFPB publica o Livro "Rádio - Estudos Contemporâneos" organizado por Norma Meireles, Elton Bruno Pinheiro e Lívia Moreira Barroso.

por Ana Magyar — publicado 15/11/2018 20h10

 

A história do rádio brasileiro é rica e repleta de grandes feitos que compõem o cenário midiático nacional em nível político, social e cultural. O rádio foi a primeira mídia eletrônica móvel do mundo e também o pioneiro em estabelecer um diálogo permanente com o/a ouvinte, em um processo antecipado de interatividade. Portanto, este volume de textos fortalece o rádio como instrumento de inclusão, de transformação e de exercício da cidadania. Sem perder a sua essência, o rádio agrega as novas ferramentas digitais para ampliar seu raio de penetração e estender sua polifonia dialógica a todo o planeta em rede. Percebe-se que a tradição radiofônica se mantém bem mais que outros veículos de comunicação, haja vista o rádio ter uma característica que o define e o fortalece, que é a primazia da oralidade. As pessoas ainda gostam muito de conversar, de trocar ideias, de dialogar.

A perspectiva desta publicação é que os grupos de trabalho, através de seus textos, sejam capazes de manter os estudos radiofônicos sob os novos paradigmas comunicacionais, sem renunciar ao perfil que o rádio sempre teve junto aos/às ouvintes, que é o de preservar a sua simplicidade de acesso e sua agilidade na comunicação.

Os textos resumem a importância do rádio no campo comunicacional e muitos deles mostram as produções, o funcionamento cotidiano, as relações profissionais, de modo a destacar, primordialmente, a vinculação sociocultural que o rádio estabelece neste país continental. A “radiomorfose” de Nair Prata (2009) é um processo de evolução do rádio, com suas formas híbridas e suas complexidades interativas, que são referenciais que acrescentam ao veículo espaços mais heterogêneos, sem prescindir, todavia, de conciliar o espírito radiofônico tradicional com as novas práticas tecnológicas.

MEIRELES, Norma
PINHEIRO, Elton Bruno
BARROSO, Lívia Moreira
organizadores
Formato: 17 x 24 cm
Nº de Páginas: 546 pp.
Peso: 720